sexta-feira, 9 de outubro de 2009

À vezes é bom fingir q não sabemos de nada, para que tudo ocorra como deveria ocorrer...
Não gosto de interromper o fluxo natural dos fatos ....
Tenho um desejo incontido de gritar... de dizer... SIM! EU ESTAVA AQUI O TEMPO TODO!
Mas não devo... não posso...

"Ser colocado em segundo plano não me atrai nem um pouco..."
Me calo, e engulo estas palavras quando percebo que tenho agido assim uma vez ou outra.

Tenho ficado dispersa...
No ar... como se estivesse pendurada em uma forca...
Daqui de cima vejo a vida e as pessoas passarem bem diante de meus olhos ...
Contemplo as manhãs quando os primeiros raios de Sol batem na minha cara!
A luz forte me obriga a acordar...

Isso não faz sentido algum...Alguém por favor venho bater na minha cara!!!
...Os raios já não são o suficiente pra eu acordar!

sábado, 19 de setembro de 2009

...

"Não entendo.
Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender.
Entender é sempre limitado.
Mas não entender pode não ter fronteiras.
Sinto que sou muito mais completa quando não entendo.
Não entender, do modo como falo, é um dom.
Não entender, mas não como um simples de espírito.
O bom é ser inteligente e não entender.
É uma benção estranha,
como ter loucura sem ser doida.
É um desinteresse manso,
é uma doçura de burrice.
Só que de vez em quando vem a inquietação:
quero entender um pouco.
Não demais:
mas pelo menos entender que não entendo.. "


Clarice Lispector.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Abstrações fatídicas...


...É que as vezes as cores passam por mim sutilmente... quase q imperceptivel... serenas... serenas... polsam no meu ombro como borboletas... e só dou conta de sua presença visivelmente!

sábado, 28 de março de 2009


Tenho tanto medo... tanto medo...
Responsabilidades que surgem...

Possibilidades de problemas ou soluções...
É um leque de possibilidades que o mundo abre em minha frente!

Sempre quis ter escolhas... e agora que as tenho...
..................................Tenho medo!!!

Me abrace!



Deu um nó na minha garganta agora.Por um momento tive o pensamento egoísta de querer que as pessoas parem pra me ouvir, refletir sobre o que eu tenho falado, o que eu tenho sentido, o que eu tenho feito, que caminho tenho percorrido.Estou carente de amigos que cuidem de mim, que me ajudem quando eu precisar... quero um ombro amigo, no qual eu possa esquecer do mundo para começar a brincar em um jogo aparentemente eterno de falar e ouvir, ouvir e falar.É dessa sensação de troca de experiências e vivência que eu me refiro,desse infinito compartilhar, onde se pega cacos do outro para reconstruir o nosso.Quero um abraço, apenas... um abraço que dure a eternidade do silêncio que desliza entre um ser e outro.

terça-feira, 24 de março de 2009

...pensamentos...

Olha...aos pouquinho construo meus castelos...ninguém vai derrubá-los , são grandes as fortalezas que os cercam!!!Ah...minhas fortes paredes de sentimentos, de ações, de ausências...de verdades e mentiras, de sorrisos e lágrimas, de gritos desesperados e músicas encantadoras...
Meus jardins podados de sinceridade questionável, mas que eu compreendo e entendo...e isso basta!
Vivo o que sinto, e agora sinto que é tempo de plantar e construir!

domingo, 15 de março de 2009

Saudades do que nunca tive...




Onde se esconde as mãos que procuro? Quem as toca nesta tarde? Quem as sente...? Quem as cheira...? Quem as ver ... e as beija...(por estarem ao alcance?). Ahhh...que inveja tenho das mãos que te tocam... Porque nunca te vi passar... Ou, se passou...não pude ver! Ahhh...que saudade dos olhos que nunca vi!!! (É loucura, sim!Eu sei...) Por onde andas???Me diz!Por onde??? Em que estação devo te esperar??? Sempre...eu te contemplava sempre... Quando fechava os olhos... Era uma imagem em fase de criação... Paciência...ainda não está pronta...!

sábado, 14 de março de 2009


Sou tão inconstante que as vezes surpreendo-me... acho que sinto demais... o que hoje é bom amanhã pode ser a pior coisa que me aconteceu. Não queria ser assim, mas fazer o que??? A bem poucas horas atrás eu queria gritar e pôr pra fora toda raiva que me consumia, agora...nem lembro o motivo de tanta raiva...ou até lembro, mas nada que merecesse a minha atenção, pois não vale a pena remoer pequenos problemas...às vezes esqueço disso e acabo por derramar rios de água e sal às margens de minha inconstância...

Como uma boa canceriana que sou ... "tenho fazes como a Lua..."

domingo, 8 de março de 2009

Futuro traçado!


Estou com uma surpreendente vontade e coragem de recomeçar...ou melhor, começar!Começar a lutar pelo que eu realmente quero, o que de fato me proporcionará felicidade.Agora mais do que nunca estou pensando no meu bem estar.O futuro está batendo na porta, e a partir de hoje pretendo ESCANCARAR todas as portas e janelas.Quantos caminhos estão na minha frente???Há um infinito de escolhas a serem feitas...e por mim, escolherei não ser a vítima desse mundo.Não vou parar, quero caminhar traçar os melhores caminhos e conquistar os meus territórios sem levar em consideração nenhum muro erguido, pois eles serão pequenos para o tamanho do meu desejo de vencer!


"... e no final, assim calado, eu sei que vou ser coroado rei de mim..." -Los Hermanos-

terça-feira, 3 de março de 2009

Tarde de verão...


Enfim o silêncio...um pouco de silêncio...
Sem gritos, sem cobranças.
Neste momento, onde um livro é a única coisa que tenho nas mãos,
É que me dou conta que algo em mim sussurra...
São pedidos?Sim...são pedidos, mas são os meus pedidos!
O que desejas Serena?
Um turbilhão de cores fundidas em um pôr-do-sol,
Vinho tinto, "poemas escolhidos"...Emily Dickson,
Ah...me encontro totalmente embriagada com os versos que meus olhos escolhem e escorrem...há uma imensidão de horizontes que minha imaginação percorre, descobre e decifra...
Ops!Silêncio quebrado!!!
Ahhh...mas meus ouvidos estão totalmente abertos pra receberem a serenidade desta bela canção francesa.Hummm...que vinho bom!Como são lindas as flores imaginárias(saudades do meu santuário)!

"A alma escolhe sua companhia
E fecha a porta, depois.
Em sua augusta suficiência,
Cessam as intromissões."

- Emily Dickinson-

segunda-feira, 2 de março de 2009

Um pouco de carnaval!!!


Os meninos tinham as flores... e as meninas... não tinham ninguém... mas a festa não podia parar!!!Minutos de ilusão e perfeição...sintam aqui os aromas que me tonteiam...nostalgia...?Vazio...?Ou seria um turbilhão de muita, muita, mas muita informação?!kkk...Os sons invadem nossos tímpanos...paladar???perdeu-se no último gole...quero barulho!!!Barulho que entre sem bater na porta, que me invada com todas suas máscaras, serpentinas e confetes...declaro desde já Carnaval fora de época!!!rs!E toda essa fumaça arrancada e expulsa para a realidade?!...É imaginária demais para a dura, nua e crua realidade...!....Uma voz que me tonteia...Ah...que viagem é ver o Ser_humano ou não_que viagem é ver o Ser...!

domingo, 1 de março de 2009

Tansformações!


Por mais que tentemos condicionar nossas vidas a uma eterna e prazerosa "mesmice"...os ventos que nos fazem caminhar nos arrancam do chão e nos expulsam deste comodismo ridículo...!Mais importante do que mudar é perceber a mudança pois ela sempre vem na hora certa, é preciso ver nela uma beleza indescritível que só a sua particularidade nos propõe...Há princípio não entendemos...Como pode?Estava tudo aqui em minhas mãos!!!Os vendavais da vida sempre nos surpreendem...Mas cabe ainda a nós, entender e agradecer(seja lá a quem for)pela metamorfose ambulante das nossas vidas..."roda mundo roda gigante, roda moínho roda pião..."